Seminário “Responsabilidade Social: porquê?”


A Fernave realizou no dia 27 de Março, o seminário “Responsabilidade Social: porquê?”. Neste intervieram Anabela Vaz Ribeiro, da APEE – Associação Portuguesa de Ética e Responsabilidade Social; Nuno Ferreira, da ANA; Sónia Pujalrás, da Refer; Maria Melo e Miguel Araújo, da Carris; e Pedro Ramos, especialista em Recursos Humanos, como moderador.

Contou-se com cerca de 50 participantes oriundos de empresas, sobretudo do sector dos transportes, como por exemplo, CP, Refer, Metropolitano de Lisboa, Emef, ANA, Carris, Rodoviária de Lisboa, MSC Portugal.

Concluiu-se neste Seminário, que a Responsabilidade Social (RS) nas empresas, já não é moda, mas sim uma obrigação para o sucesso do negócio nas organizações. As práticas de responsabilidade social devem ser tidas em conta em todos os processos de tomada de decisão e devem ser aplicadas à empresa, no seu todo, sendo que todos os colaboradores, sem excepção, devem ser auscultados e envolvidos na implementação e cumprimento das mesmas. A comunicação interna e uma liderança contínua, pelo exemplo, assumem um papel fundamental no sucesso da implementação de uma política de RS.

A Carris foi a primeira empresa a certificar-se pela NP 4469 e a única em articulação com a ISO 26000. A Refer, embora não estando ainda certificada, possui algumas práticas de RS,   designadamente uma política de igualdade de oportunidades, benefícios sociais a colaboradores e apoios a comunidades, tendo sido também  das primeiras empresas a implementar o Código de Ética que divulgou e mobilizou todos os colaboradores da Empresa. A ANA, perante a necessidade de obter maior retorno e visibilidade dos instrumentos de RS implementados, em 2008, reformulou e desenvolveu práticas de RS que visam conceder apoios à família em diversas fases da vida, associando uma estratégia de marketing e comunicação, que permitiram potenciar o envolvimento dos colaboradores e o reconhecimento da política de RS existente na empresa.

A ISO 26000 contém cerca de 250 recomendações de práticas de RS, e a NP 4469 é a norma portuguesa que certifica as práticas de responsabilidade social nas empresas.