Transcom supera facturação de 3 milhões de euros em 2013

 

A Transcom - Sociedade de Formação, Consultoria e Auditoria em Transportes e Comunicações, SA, empresa participada Fernave em Moçambique,  superou em 2013 uma facturação de 3 milhões de euros tendo obtido um resultado liquido de cerca de 345 mil euros,  atingindo neste ano os melhores resultados de sempre.

 

A Transcom é uma sociedade de direito Moçambicano que além, da Fernave, conta como accionistas o Grupo Visabeira Moçambique, o Grupo Entreposto Moçambique, a TDM - Telefónica de Moçambique, a MCel - Telefónica Celular de Moçambique, a LAM - Linhas Aereas de Moçambique e os Aeroportos de Moçambique. Reforçou recentemente o seu corpo accionista, através da entrada no seu capital do ISCTE - IUL, prestigiada escola de ensino superior portuguesa, detendo este novo accionista 13,1% do Capital da Empresa.

 

A entrada do ISCTE - IUL permitirá à Transcom, através do ISUTC - Instituto Superior de Transportes e Comunicações lançar já no corrente ano a ENAM - Escola de Negócios e de Administração de Moçambique, projecto que se pretende posicionar como uma referência no ensino e formação de Alta Direcção no mercado Moçambicano.

A Transcom foi criada em 1998 e, instituiu no mesmo ano instituiu o ITC - Instituto de Transportes e Comunicações, instituto médio técnico-profissional privado. No ano seguinte, criou o ISUTC Instituto Superior de Transportes e Comunicações, uma instituição de ensino superior privada.

Desenvolve a sua actividade no âmbito da formação contínua, estudos e consultoria, com especial incidência nas entidades públicas e privadas do Sector dos Transportes e Comunicações (STC).

Site da Transcom