Ciclo de Seminários


A Fernave, no âmbito de uma estratégia de aproximação aos seus clientes, deu início à realização de um Ciclo de Seminários sobre temas da actualidade da gestão com interesse para o sector dos Transportes, tendo como objectivo promover a troca de conhecimentos e a partilha de experiências, tendo decorrido no passado dia 7 de Abril, o primeiro Seminário deste Ciclo, cujo tema foi o e-learning.

 

A abertura do Seminário foi presidida pelo Dr. Rui Lucena, Administrador Executivo da Fernave, o qual informou o público presente do processo de reengenharia em que a empresa se encontra, adoptando um posicionamento no mercado diferente do que foi a sua postura nos últimos anos, procurando uma maior proactividade e proximidade com os clientes do mercado em que se focaliza, sector dos transportes.

 

As intervenções dos oradores externos iniciaram com o Eng.º Arnaldo Santos, o qual fez uma exposição sobre a aprendizagem em contexto de Learning Organization, contextos e sistemas de aprendizagem, conteúdos de aprendizagem, recomendações e considerações futuras. Apresentou também a plataforma de e-Learning da PT – Inovação – Formare.

 

O caso prático da TAP, foi apresentado pela Dr.ª Margarida Torres, Directora de Formação desta empresa e pelo Dr. Jorge Farromba. O Eng.º António Delgado, Coordenador da Equipa do e-Learning nos CTT, explicou também como decorreu o processo de implementação desta ferramenta de ensino à distância na sua empresa. Em ambos os casos foram apresentadas as razões que levaram à escolha do e-Learning como ferramenta de formação à distância, quais as vantagens deste suporte, as fases de concepção e implementação, o modelo de funcionamento, as dificuldades sentidas, a resolução do problemas e no final, o sucesso verificado após a implementação do e-Learning, o qual representou, entre outros aspectos positivos, uma redução dos custos de formação anuais de milhares de euros anuais.

 

Focaram-se igualmente duas condições determinantes para o sucesso do e-Learning nas empresas: o envolvimento activo dos Conselhos de Administração e Gestão de Topo no projecto, e a adopção de um Plano de Marketing e Comunicação que permita gerir o processo de mudança, informando os potenciais e-formandos através de apresentações, mail, cartazes, desdobráveis, etc, relativamente ao e-Learning, visando torná-los receptivos a esta nova forma de aprendizagem à distância.

 

A Fernave, enquanto entidade formadora e assumindo o papel chave de organizadora deste Seminário, identificou a sua estratégia no âmbito da formação a qual passa pela adopção do e-learning como mais uma forma de prestar os seus serviços. Encontra-se neste momento na fase de implementação, tendo como objectivo disponibilizar conteúdos já no 2º semestre deste ano. A abordagem seguinte será a de envolver os seus Clientes e Parceiros no sentido de caracterizar as suas necessidades procurando desenvolver serviços de formação suportados nesta ferramenta, que sejam uma mais valia para a sua actividade e negócio.

 

Estiveram presentes 47 participantes, representando empresas de áreas diversificadas, como sejam Carrisbus, PGA, REFER, Vimeca Transportes, Caixa de Crédito Agrícola Mútuo, CP, FWD Advise, Metropolitano de Lisboa, ANA, CTT, EMEF, ATEC.

 

Constituiu motivo de regozijo para a Fernave, o sucesso deste evento, evidenciado através da avaliação positiva dos seus participantes do mesmo, sendo que numa escala de 1 a 4, as avaliações dos diversos parâmetros situaram-se entre os 3,3 e os 3,7, destacando-se a actualidade e interesse do tema do Seminário (3,7).

 

Seguir-se-ão, outros Seminários com uma periodicidade bimestral, cujos temas se irão centrar nas “Formas de Poupança de Energia no Sector dos Transportes”, “Regulamentação Ferroviária”, “Coaching e Liderança” e “Redes Sociais nos Transportes”, sendo os mesmos oportunamente divulgados pela empresa.