Foi assinado no dia 20 de Maio, em Luanda, o Protocolo de Cooperação Comercial e Institucional entre o CFL
 - Caminho de Ferro de Luanda e a Fernave.

 

Em representação das referidas entidades estiveram presentes, Osvaldo Lobo do Nascimento, Presidente do Conselho de Administração do CFL e Rui Lucena, Administrador - Executivo da Fernave.

 

Assinalou-se precisamente neste dia, um ano da constituição do CFL, tendo o seu Presidente do Conselho de Administração, Osvaldo Lobo do Nascimento, determinado que o desafio e principal objectivo da empresa para o seu segundo ano de actividade, será a formação e qualificação profissional dos seus quadros/colaboradores.

 

De acordo com o Protocolo estabelecido, o qual enquadra a relação comercial e institucional entre ambas as empresas nas áreas da Formação, Consultoria, Recrutamento e Psicologia no âmbito do desenvolvimento do Sector do Transporte Ferroviário de Passageiros e Mercadorias do CFL, a Fernave irá elaborar, implementar e operacionalizar o Plano de Formação do CFL e desenvolver, capacitar e implementar no CFL as acções necessárias para a criação e internalização de uma área de formação que permita a esta empresa desenvolver as acções de formação, reciclagem e certificação dos seus quadros técnicos.

 

Os Técnicos da Fernave já estão em Luanda desde 22 de Maio para dar início às actividades.

 

A assinatura deste Protocolo, que representa um passo importante para a internacionalização da Fernave, assente na partilha e a gestão do conhecimento ferroviário, ou seja, no que é o seu ADN, veio na sequência do contacto estabelecido pelo CFL, no início deste ano, com o objectivo de analisar e aprofundar oportunidades de colaboração, nomeadamente na área da formação ferroviária.

 

No seguimento deste contacto, uma das iniciativas tomadas pela Fernave foi a de acolher regularmente quadros do CFL, desenvolvendo e realizando programas de formação On-Job, elaborados em conjunto com a CP, CP Carga, Refer, Emef, adequados em função das áreas de responsabilidade destes quadros no CFL.

 

Até à presente data foram realizados programas de formação On-Job para quadros de áreas diversas como sejam, Tracção, Comercial, Centro de Comando e Controlo da Circulação, Divisão de mercadorias, Aprovisionamentos e Compras, e está em fase de concepção um programa de formação para quadros pertencentes à área de Reparação e Manutenção da Via e Infra-estrutura.

 

De realçar a importância da colaboração das empresas referidas, na partilha do conhecimento no âmbito da actividade que desenvolvem, constituindo um contributo de enorme relevância para a elaboração do diagnóstico das necessidades nos CFL, e para a prossecução dos seus objectivos.