O primeiro trimestre de 2019 foi caracterizado pela continuidade da atividade da Fernave, dando cumprimento à estratégia preconizada e nos moldes em que vem sendo desenvolvida, assumindo-se como um player essencial no desenvolvimento de competências dos profissionais que exercem funções no âmbito do setor dos transportes, através de uma clara aposta na avaliação, capacitação e certificação destes profissionais.

Durante os três primeiros meses do ano realizaram-se mais de 160 ações de formação nas várias áreas de competência técnica em que atuamos (incluindo as transitadas do ano anterior), nas quais participaram aproximadamente 1.600 formandos (quer em formações iniciais, quer continuas ou de reconversão), com cerca de 5.150 horas de formação ministradas por um conjunto alargado de Formadores (especialistas nas suas áreas de intervenção).

Com três polos de localização afetos: Lisboa (sede), Entroncamento e Porto, a atividade desenvolveu-se quer nas nossas instalações, quer nas instalações dos Clientes, adequando as ações às necessidades especificas de cada empresa.

A atividade de recrutamento e avaliação psicológica garantiu a realização de cerca de duas centenas de exames, nomeadamente do tipo seleção e controlo periódico.

Para além do exposto, a Fernave interveio ainda no desenvolvimento de um conjunto de outros projetos, nomeadamente: (i) no âmbito de processos de licenciamento de atividade ferroviária; (ii) apoio especializado ao nível do ensino profissional no setor dos transportes e, mais recentemente (iii) conceção de ações de formação com recurso ao e-learning, conforme se apresenta nesta Newsletter.

Acompanhe a nossa atividade no nosso site (www.fernave.pt), facebook, no instagram ou no linkedin.